logo logo

Editoral

Brasil

Salário mínimo sobe para R$ 1.302 em 1º de janeiro

A partir de 1º de janeiro de 2023, o salário mínimo, que atualmente é de R$ 1.212, será de R$ 1.302. O valor atualizado está em uma medida provisória publicada nesta


A partir de 1º de janeiro de 2023, o salário mínimo, que atualmente é de R$ 1.212, será de R$ 1.302.

O valor atualizado está em uma medida provisória publicada nesta segunda-feira (12) no Diário Oficial da União.

Em nota, a Secretaria-Geral da Presidência da República explicou que valor considera uma variação da inflação de 5,81%, acrescida de ganho real de cerca de 1,5%.

Publicidade

“O valor de R$ 1.302,00 se refere ao salário mínimo nacional. O valor é aplicável a todos os trabalhadores, do setor público e privado, como também para as aposentadorias e pensões”, acrescenta a nota.

Por se tratar de medida provisória, o texto terá de ser analisado por deputados e senadores. O mesmo novo valor para o salário mínimo já estava previsto no projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2023, que foi enviado ao Congresso Nacional em agosto.

. . .

Veja também:

Bancos vão estudar mudança sobre juros do rotativo do cartão

Os bancos entregarão um cronograma de estudos ao governo e ao Banco Central (BC) sobre as causas dos juros altos no rotativo do cartão de...

Brasil entra para top-10 de maiores produtores de energia solar pela primeira vez na história

O Brasil entrou para o ranking de maiores produtores de energia solar do mundo pela primeira vez na história, ocupando a 8ª colocação...

Mais de 270 concursos estão com inscrições abertas em todo país

Ao menos 272 concursos públicos estão com inscrições abertas em todo o país, nesta segunda-feira (20). Segundo informações do g1, ao...

Governo prorroga prazo para estados emitirem novo RG nacional

Um decreto do governo federal, publicado na sexta-feira (3), prorrogou o prazo para que todos os estados estejam aptos a emitir a Carteira...

IBGE inicia última etapa do Censo 2022 na Terra Indígena Yanomami

A parte da população yanomami que ainda não tinha recebido o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para o Censo 2022...